"7 Sucos Super Detox Para Você Queimar Gordura No Piloto Automático"

Coloque seu email abaixo para fazer o download:

Respeitamos sua privacidade.

Dieta Japonesa: 10 dicas para perder peso

A preocupação com a forma e com as medidas é real para muitas mulheres, inclusive para aquelas que, pelo menos teoricamente, não precisariam se preocupar.

Sendo assim, existem diversas formas de se perder peso de forma rápida e uma delas é a dieta japonesa. Darei 10 dicas para perder peso, neste artigo.

Vou comentar dessa poderosa, mas perigosa dieta, com todas as suas vantagens e problemas, suas semelhanças muito grandes com outras duas dietas que também estão por aí na internet e outras questões indispensáveis que você tem de saber se for seguir a dieta.

Leia também: 10 passos para você fazer a dieta da reeducação alimentar

Vamos falar mais sobre esta dieta, detalhes e comparações diversas sobre estas e outras questões relacionadas, além de todas as questões e potenciais desta dieta, que precisa ser seguida á risca.

DIETA JAPONESA: 10 DICAS PARA PERDER PESO

Esta dieta é uma das dietas consideradas de emergência, ou seja, com grande redução de calorias e nem sempre suprindo todos os nutrientes para a sua saúde. Por isso também ela precisa ser uma dieta de tempo restrito, ou seja, não faça essa dieta por mais de 7 dias.

Dieta Japonesa: 10 dicas para perder peso

Essa dieta japonesa é centrada em restrição de carboidratos e grandes quantidades de vegetais e leguminosas, associada com menos proteínas do que em outras dietas do mesmo estilo. Como você pode perceber, é uma dieta extremamente restritiva e oferece resultados.

Esses resultados, porém precisam ser analisados e então precisam ser mantidos com cuidado, já que a maior dificuldade para pessoas que passam por dietas muito restritivas é a de manter o peso perdido, já que o mais provável é que você retome este peso, com inclusive adição.

Sim! Eu digo que você tem de tomar extremo cuidado com a dieta japonesa e outras dietas similares, já que elas são o gatilho mais comum do chamado efeito sanfona, que assombra muitas pessoas que desejam mais qualidade de vida e diminuir de peso.

Outro ponto interessante é que, além da dieta, irei também oferecer 10 dicas de como perder peso relacionado ao fato de ter feito a dieta japonesa.

Leia também: Óleo de coco emagrece mesmo? Tudo que você precisa saber!

Vamos a estas dicas de como esta dieta pode ser realmente eficiente e de como você pode evitar o efeito sanfona de forma eficiente e diferenciada, já que esta dieta pode, inclusive, ser usada fortemente como uma forma eficiente de desenvolver uma dieta ao longo prazo.

10 DICAS PARA PERDER PESO DURANTE E DEPOIS DA DIETA

  • Faça a dieta de forma estrita: se você quiser fazer esta dieta de forma bem estrita, sem substituições ou mudanças no cardápio, e você quiser um cardápio personalizado, as recomendações daqui perdem todo o efeito e o ideal será buscar um profissional.
Busque a superação diária.
  • Só faça a dieta no caso de estar bem de saúde: somente faça a deita se estiver muito bem de saúde. Se você tiver qualquer problema físico, pode aumenta-lo com esses problemas. Cuidado nunca é demais.
  • Saiba respeitar seus limites: Se você tiver qualquer tipo de reação inadequada sobre esta dieta, deve parar a dieta imediatamente e consultar um médico para resolver qualquer problema de saúde que pode eventualmente ter sido ocasionado pela dieta.
  • Mantenha o foco na dieta e lide com a fome: a fome vai ser o principal problema desta dieta, e existirão alguns alimentos livres nestes dias e então você poderá se fartar deles, sem medo.
  • Tome café, chá verde e similares: bebidas que vão te deixar mais ativa são uma excelente opção para este tipo de dieta, já que fazem com que você possa manter seu metabolismo em alta e ajude na perda de gorduras.
  • Detox é altamente recomendado depois da dieta: esta dieta é altamente tóxica para o seu corpo, já que ela faz com que você precise usar gordura e processar muita proteína, o que causa problemas para seu corpo.
  • Não faça esta dieta se você tem problemas de rins e fígado: se você tiver qualquer problema nestes órgãos, não faça essa dieta.
  • Faça uma reeducação alimentar depois da dieta: sem uma reeducação alimentar adequada depois desta dieta, você será, com quase certeza, vítima do efeito sanfona, e então você terá real dificuldade e problemas para conseguir emagrecer.
  • Não alongue esta dieta além do necessário: as dietas de emergência não podem ser mantidas depois do seu período, que neste caso e no máximo de 7 dias. Se você estendê-la, pode comprometer sua saúde de forma muito grande.
  • Aproveite os resultados independente de eles baterem a meta ou não: nem todo mundo emagrece na mesma velocidade e nem usando os mesmos métodos. Se esta dieta não te ajudou tanto quanto você acreditava, procure um nutricionista.

CARDÁPIO DIETA JAPONESA E AS SUAS SEMELHANÇAS COM OUTRAS DIETAS

A dieta japonesa tem extremas semelhanças com outras dietas que também restringem muitas calorias, como a dieta da USP e a dieta do ovo. São baratas, mas muito extremas e não são as mais recomendadas por mim.

Siga as dicas para aumentar os benefícios de realizar uma dieta

De qualquer forma, este é um cardápio comum desta dieta, que pode ser encontrado em vários lugares na internet.

  • SEGUNDA-FEIRA

Café da manhã – Uma xícara de café preto ou chá, com adoçante a gosto.

Almoço – Verduras e dois ovos cozidos temperados com um pouco de sal.

Jantar – Salada de alface e pepino e um bife grande.

  • TERÇA-FEIRA

Café da manhã – Uma xícara de café preto ou chá, com adoçante a gosto, e um biscoito água e sal.

Almoço – Verduras e um bife grande; Fruta de sobremesa.

Jantar – Apenas presunto (à vontade).

  • QUARTA-FEIRA

Café da manhã – Uma xícara de café preto ou chá, com adoçante a gosto, e um biscoito água e sal.

Almoço – Salada com tomate à vontade e dois ovos cozidos.

Jantar – Salada de repolho com cenoura e chuchu à vontade.

  • QUINTA-FEIRA

Café da manhã – Uma xícara de café preto ou chá, com adoçante a gosto, e um biscoito água e sal.

Almoço – Cenoura cozida ou crua (ralada) à vontade, um ovo cozido e uma fatia de queijo mussarela.

Jantar – Salada de fruta à vontade e um iogurte natural.

  • SEXTA-FEIRA

Café da manhã – Uma xícara de café ou chá, com adoçante a gosto, e um biscoito água e sal.

Almoço – Salada de tomate à vontade e um filé de peixe frito.

Jantar – Um bife e salada de frutas à vontade de sobremesa.

IMAGEM

  • SÁBADO

Café da manhã – Uma xícara de café preto ou chá, com adoçante a gosto, e um biscoito água e sal.

Almoço – Carne de frango assado à vontade.

Jantar – Dois ovos cozidos com um pouco de sal.

Leia também: 10 Vantagens da dieta detox: Saiba mais sobre ela

  • DOMINGO

Café da manhã – Uma xícara de café preto ou chá, com adoçante a gosto, com biscoito água e sal.

Almoço – Um bife grande e frutas de sobremesa à vontade.

Jantar – Escolha uma das opções desse regime para comer.

Comentários

  1. Andressa Responder

    Gostei do artigo posso substituir o adoçante por açúcar de coco? Ouvi dizer que é muito bom

Trackbacks/Pingbacks

  1.  Metabolismo lento: como perder peso? - Milla Pádua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *