"7 Sucos Super Detox Para Você Queimar Gordura No Piloto Automático"

Coloque seu email abaixo para fazer o download:

Respeitamos sua privacidade.

Dieta da USP: 5 Passos para emagrecer em uma semana

A dieta da UFSP é algo eficiente e diferenciado, que oferece uma credibilidade que, sinceramente pode ser considerada exagerada, de acordo com alguns. Eu a tenho como uma dieta eficiente, embora super-restritiva e emergencial, e assim vou transmiti-la a você.

Vou comentar suas vantagens, problemas e outras questões, e vou também oferecer 5 passos para usar esta dieta para emagrecer em uma semana , com mais qualidade e menos problemas para a sua saúde e a manutenção de um bom corpo.

Leia também: Batata doce emagrece? Dieta da Batata Doce

Finalmente, vamos falar sobre as duas dietas que recebem o nome de “dieta da usp” e  quais as diferenças entre uma e outra, embora deixemos claro que este texto se refere, especialmente, à dieta da USP original.

DIETA DA USP: CINCO PASSOS PARA EMAGRECER EM UMA SEMANA

Essa dieta é, como comentei, extremamente eficiente e cheia de vantagens, quando usada adequadamente.

Dieta da USP: 5 Passos para emagrecer em uma semana

Pode acontecer de ela enfrentar alguns problemas e pequenas dificuldades, mas é especialmente recomendada para pessoas saudáveis sem nenhum tipo de problemas nos rins e/ou  fígado.

Isso acontece porque esta dieta sobrecarrega especialmente o fígado e os rins, prejudicando de forma um pouco fora do comum estes órgãos, tornando-se ainda mais potencialmente perigosa caso esta pessoa tenha problemas com  estes órgãos.

Una a isso a capacidade que esta dieta tem de fazer com que o corpo queime gorduras, ao oferecer uma quantidade menor do que necessária de nutrientes para a sua manutenção diária e assim mesmo ainda oferecer algo que “pese no estômago”, por meio de fibras e proteínas.

Leia também: Como voltar a ter o corpo que tinha antes da gravidez

Outro ponto indispensável com a dieta da USP é que ela precisa ser feita da forma adequada para que realmente ofereça os resultados esperados, especialmente em relação ao corte praticamente completo dos carboidratos enquanto você estiver dentro da dieta.

Os 5 passos para que esta dieta realmente funcione são:

Siga estas dicas e perca peso.
  • Mantenha-se no cardápio: manter-se no cardápio é extremamente importante, já que apesar de ser uma dieta cheia de proteínas, ela ainda te deixará com fome em alguns momentos, o que pode ser tremendamente perigoso para a continuidade da sua dieta.
  • Cuide da hidratação: hidratar-se é mais que importante, é indispensável para quem deseja fazer esta dieta, já que ela exige mais dos rins e fígado do que outras dietas.
  • Faça exercícios leves a moderados: esse tipo e dieta pode ser ainda mais potente para você se você aumentar um pouco a sua quantidade de exercícios.
  • Recomenda-se o consumo de energéticos naturais: chás como o chá verde e de gengibre são altamente recomendados para te ajudar a melhorar a sua vida nestes casos.
  • Não postergue a Dieta da USP: esta é uma dieta de emergência, que precisa ser interrompida em uma semana para não gerar problemas para a saúde. A falta de certas vitaminas e especialmente o trabalho extra dos rins e fígado pode ser desastroso.

A DIETA DA USP REALMENTE FUNCIONA? ELA TEM ALGUM TIPO DE CONTRA INDICAÇÃO?

Sim, a dieta da USP funciona, sendo altamente eficiente, mas exige muito do seu corpo para ser cumprida à risca. Essa dieta pode ser considerada sacrificante, especialmente para pessoas que tem problemas de intestino,  de rins ou fígado.

Para quem não é a dieta da USP?

Levando estas questões em consideração, existe uma questão bem interessante a ser  analisada: a quantidade de fibras da dieta da USP. Estas fibras cumprem um papel duplo, que é o de ajudar o corpo a se purificar e ainda manter o intestino em ordem.

Exatamente por isso é recomendável que você evite a dieta da USP se tem problemas no fígado, rins e/ou intestino, pois estes órgãos são mais cobrados durante esta dieta e existem dietas mais adequadas e válidas nesta questão.

Como disse nos 5 passos para potencializar a dieta, a diminuição do seu metabolismo pode ser uma realidade  e exatamente por isso algumas pessoas com problemas de coração, já que os energéticos podem afetar negativamente estas pessoas.

Finalmente, se você tem problemas de colesterol, a dieta da USP pode não ser a mais recomendada para você, já que esta dieta pode aumentar os níveis do colesterol ruim. Nestes casos, a dieta japonesa, rica em peixes, podem ser mais recomendada.

DE QUE DIETA DA USP VOCÊ ESTÁ FALANDO?

Algumas fontes colocam outra dieta, totalmente diferente, como a “dieta da USP”. Uma dieta, basicamente composta de sopas. A dieta a qual estou citando o tempo todo aqui é a dieta da USP original, composta de ovos e fontes de fibras.

Saiba qual dieta da USP estou me referindo

Esta dieta da USP foi a original, e apesar de não ser reconhecida como produzida na USP, tudo indica que ela é baseada em estudos de algum estudante ou professor da instituição, que reconhecia a vantagem do consumo de proteínas para a resolução destes problemas.

Se você tiver qualquer dúvida, pode procurar a “outra dieta da USP” pelo seu outro nome: dieta das sopas.

O QUE FAZER DEPOIS DE FAZER A DIETA DA USP?

Eu sempre afirmo quando falo de dietas emergenciais que elas se tornam extremamente perigosas por causa das mudanças extremas que elas causam. A dieta da USP é, com certeza, uma delas.

Saiba o que fazer após a dieta da USP.

Exatamente por isso, recomendo que você comece uma reeducação alimentar logo depois da dieta, para evitar o tão temido efeito sanfona.

Uma sugestão interessante, por exemplo, é emendar uma dieta Dukan logo depois da dieta da Usp, já que assim você terá uma excelente resultado e poderá evitar o efeito sanfona.

Outra sugestão é ir a um nutricionista e verificar se existe alguma dieta mais adequada para o seu organismo, e até fazer uma dieta exclusiva, que vai conseguir fazer com que você emagreça  com saúde e com excelentes possibilidades.

Essas possibilidades que se abrem depois de uma dieta de emergência são ainda mais interessantes, já que passar da sua dieta hipercalórica diretamente para um projeto de reeducação alimentar pode ser um pouco mais difícil.

Leia também: Alimentação para grávidas: O que comer ou não?

Especialmente se você já tem histórico de desistências de dietas, esta pode ser a melhor opção para ganhar confiança, pois com esse tipo de dietas você, normalmente perde peso muito rápido e percebe os resultados no seu corpo, isso pode ser o ultimo incentivo para começar de vez uma reeducação alimentar e passar a viver uma vida mais saudável.

 

Saiba mais de dietas, qualidade de vida e outras informações para que você se sinta bem com você mesma aqui no meu blog!

 

Trackbacks/Pingbacks

  1.  Dieta do carboidrato: saiba os prós e contras - Milla Pádua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *